Sábado, 18 de Abril de 2009

Ponto final

O teu amor não era real. Não sabes amar, não sabes o que isso é. Não és maduro o suficiente para perceberes o que te rodeia.

Eu deixei (ou vou deixar) de amar, quem não sabe amar, quem não merece o meu amor.

Fizeste com que todos os meus sonhos dessem em nada, se destroissem, fizeste com que o meu mundo perdesse toda a noção que tinha mas não mais me vais fazer sufocar. Porque acabou (ou vai acabar) tudo o que até agora se manteve vivo. E tu deixaste de ser seja o que for, deixaste de ter o valor que tinhas, perdeste toda a minha consideração.

Vera às 16:45

| Comentar |
18 comentários:
De eva. a 18 de Abril de 2009 às 16:55
(sei bem o que isso é.)

força.
De CD a 18 de Abril de 2009 às 18:03
gostei mesmo deste post :) adicionei aos favoritos*
De ♥ - (ego) a 18 de Abril de 2009 às 18:30
Admiro-te. Não é facil dizeres tudo aquilo que disses-te aqui. É dificil por um ponto final nas histórias que têm tanto que lhe diga.
Beijinhos *
De My Simple Life a 18 de Abril de 2009 às 20:06
Ainda bem que tens a a capacidade suficiente para por um ponto final nessa história. Por vezes o nosso mal, é querermos fechar os olhos à realidade e teimar em colocar inúmeras vírgulas. Se ele não merece o teu amor, não vale a pena sofrer, há que seguir em frente. E embora pareça impossível agora, depois vais ter uma prespectiva bem diferente da situação. O que hoje é branco, amanhã é preto. Força :)
De Flyer a 18 de Abril de 2009 às 22:11
Eish, eu sei muito bem o quanto custa pôr um ponto final numa história.
De ameninadaesquina a 18 de Abril de 2009 às 23:04
E quando se perde tudo o amor caba por mor morrer :S
beijo.
De aquela a 18 de Abril de 2009 às 23:49
Fazer-te sufocar é exactamente o que ele quer, é apenas mais um sinal de maturidade.

Beijinho
De Leticia a 19 de Abril de 2009 às 10:34
É preciso força para acabar com um sentimento assim, mas acredito que seja o melhor querida.
beijinho.
De Marta a 19 de Abril de 2009 às 15:47
Muito esquisito mesmo. Eu pensei que ela poderia ser maluca, mas depois chego há conclusão que a maluca sou eu e que não tenho o direito de ser eu a julgá-la. No entanto fiquei a pensar nisto, é que não dá mesmo para perceber.

Beijinhos
E tens razão, quem não sabe amar também não merece ser amado.
De Hélia Quaresma a 23 de Abril de 2009 às 13:09
Quem nao sabe amar, merece ser amado... quem sabe assim um dia possa aprender.
Beijinhos
De ♥ - (ego) a 20 de Abril de 2009 às 20:45
O que me faz pensar quevai correr tudo bem, é o facto de a doença (se tiver) ainda poder estar no inicio. Mas a minha mãe está a reagir muito bem a tudo. Beijinhos :)

+

Ver perfil

 
Emoção que abafa a lógica:
As palavras da menina-mulher que vive, que ama, que chora de tanto rir e que ri para não chorar.