Sábado, 18 de Abril de 2009

Ponto final

O teu amor não era real. Não sabes amar, não sabes o que isso é. Não és maduro o suficiente para perceberes o que te rodeia.

Eu deixei (ou vou deixar) de amar, quem não sabe amar, quem não merece o meu amor.

Fizeste com que todos os meus sonhos dessem em nada, se destroissem, fizeste com que o meu mundo perdesse toda a noção que tinha mas não mais me vais fazer sufocar. Porque acabou (ou vai acabar) tudo o que até agora se manteve vivo. E tu deixaste de ser seja o que for, deixaste de ter o valor que tinhas, perdeste toda a minha consideração.

Vera às 16:45

|
De Marta a 19 de Abril de 2009 às 15:47
Muito esquisito mesmo. Eu pensei que ela poderia ser maluca, mas depois chego há conclusão que a maluca sou eu e que não tenho o direito de ser eu a julgá-la. No entanto fiquei a pensar nisto, é que não dá mesmo para perceber.

Beijinhos
E tens razão, quem não sabe amar também não merece ser amado.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres


Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

+

Ver perfil

 
Emoção que abafa a lógica:
As palavras da menina-mulher que vive, que ama, que chora de tanto rir e que ri para não chorar.