Segunda-feira, 27 de Abril de 2009

Chovia...

Chovia...

Chovia...

Chovia...

Corria rua abaixo, a água que caía do céu molhava-me as roupas, o corpo, o cabelo, e encaracolava-o.

Toda esta água refrescou-me para além da parte perceptível, a imperceptível. Refrescou-me corpo, alma e pensamentos.

Como a chuva me faz bem.

Vera às 18:30

|
De loira incompreendida a 28 de Abril de 2009 às 14:18
o blog está a tua cara. eu andei à chuva também, mas só durante 30 seg, enquanto salvava os meus bonsais da água. tens razão, faz bem.

beijinhos
De Vera a 28 de Abril de 2009 às 17:57
Está a minha cara? Hum, vou considerar isso um elogio.
Beijinho.
De loira incompreendida a 29 de Abril de 2009 às 16:00
a imagem é provocadora e divertida. e as flores vintage no fundol dao um ar romantico à coisa .por isso, sim, é um elogio, este visual que se identifica com o que escreves ^^
De Vera a 29 de Abril de 2009 às 18:21
Que bom. És uma simpatia. :)
Um grande, grande beijinho.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres


Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

+

Ver perfil

 
Emoção que abafa a lógica:
As palavras da menina-mulher que vive, que ama, que chora de tanto rir e que ri para não chorar.