Quinta-feira, 30 de Abril de 2009

Tua ausência, tua chegada

E após esta tua longa ausência não sabes o quanto é bom avistar-te daquela grande janela, descendo a ponte, passando o rio.

É tão saudável sentir-te cada vez mais perto, saber que te vou beijar na face não tarda nada.

 

Vera às 20:15

| Comentar |
18 comentários:
De Lαdy a 30 de Abril de 2009 às 20:20
Como a compreendo.
De Vera a 30 de Abril de 2009 às 20:21
Acredito que sim.

+

Ver perfil

 
Emoção que abafa a lógica:
As palavras da menina-mulher que vive, que ama, que chora de tanto rir e que ri para não chorar.
online